LACTOBACILUS ACIDOPHILUS

HOME < Princípios ativos de A a Z

O Lactobacillus acidophilus e Lactobacillus bulgaricus são utilizados por mais de 75 anos no tratamento da diarreia, particularmente as diarreias caus... Continuar lendo

Categoria Tratamento intestinal

Administração
Uso Oral
Controlado
-
Indicação
O Lactobacillus acidophilus e Lactobacillus bulgaricus são utilizados por mais de 75 anos no tratamento da diarreia, particularmente as diarreias causadas pela modificação da flora intestinal por uso de antibióticos. Preparações contendo Lactobacillus ajudam a restabelecer a funcionalidade e a flora bacteriana do trato intestinal. O Lactobacillus acidophilus também tem sido utilizado em pacientes com diarreia infecciosa, colites ulcerativas, irritação de cólon, diverticulitis, colostomias com diarreia ou constipação, constipações, diarreia com muco ou espasmódica, e diarreia seguida de amebíase. Entretanto, não há estudos comprobatórios da eficácia de preparações contendo Lactobacillus para o tratamento da diarreia.
Posologia
O Lactobacillus acidophilus pode ser administrado por via oral, de 20 a 40mg, preferencialmente, com leite, suco de frutas ou água; em cápsulas, comprimidos ou saches.
Restrições
Os Lactobacillus acidophilus podem produzir um aumento de flatulência intestinal no início da terapia, entretanto diminui ao longo do tratamento. Para o tratamento da diarreia, as preparações contendo Lactobacillus acidophilus não devem ser utilizadas por mais de 2 dias e em caso de febre alta a duração do tratamento deve ser acompanhada pelo médico. Alguns fabricantes recomendam que os Lactobalcillus acidophilus não sejam utilizados para o tratamento de diarreia em recém-nascidos. Em crianças com menos de 3 anos o tratamento deve ser acompanhado por um médico. Indivíduos sensíveis aos derivados do leite recomenda-se não fazer uso destas preparações.
Interações Medicamentosas
-
Reações Adversas
-
Contraindicação
-
Tipo de Receita
Receita Simples (branca, 1 via)
Sugestão de fórmula manipulada
Cápsulas Lactobacillus acidophilus ...20 mg Excipiente qsp.........................................1 cápsula Procedimento: 1. Adicione aos poucos o excipiente utilizando a técnica da diluição geométrica. 2. Tamisar, homogeneizar bem. 3. Encapsular em tamanho apropriado de cápsulas. Óvulos Lactobacillus acidophilus (1 bilhão/g) ................... 0,5g Sílica gel micronizada ...........................................1% Base graxa* qsp 1 óvulo Procedimento de preparo: 1. Misturar o Lactobacillus pó com a sílica gel micronizada. 2. Fundir a base em banho-maria a 38-40º C. 3. Polvilhar o passo 1 sobre a base fundida, dispersando-o sob agitação. 4. Agite para manter o pó em suspensão até verter para o molde. 5. Resfriar. 6. Embalar e rotular Conservação: conservar sob-refrigeração.

Bibliografia
Observações
Foto de Leticia Saifert Picoli
Leticia Saifert Picoli
CRF: 21337
Farmacêutica, e Mestranda em Ciências Farmacêuticas - CRF/PR: 21337. Atuou como consultora na Manipulaê para monitorar e revisar a criação de conteúdo técnico. Farmacêutica Industrial, especialista em Farmacologia Clínica, MBA em Gestão Estratégia Farmacêutica pela FIA. Atuante nas áreas de Gestão de Produto, Marketing Institucional e Novos Negócios.