Ribose é um açúcar natural que se desenvolve no nosso corpo a partir da glicose. Ela é um componente essencial na formação do ATP (Trifosfato de Adeno... Continuar lendo

Categoria Suplemento Alimentar

Administração
Uso Oral
Controlado
SD
Indicação
Ribose é um açúcar natural que se desenvolve no nosso corpo a partir da glicose. Ela é um componente essencial na formação do ATP (Trifosfato de Adenosina), o composto que armazena e fornece energia a todas as células do organismo. A Ribose também ocorre no RNA (Ácido Ribonucleico), um dos principais mantenedores de informação nas células.
A suplementação com D-ribose é indicada para pacientes com insuficiência cardíaca congestiva, uma doença grave onde o coração não consegue bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades circulatórias do corpo. Melhora a função cardíaca e a qualidade de vida de pacientes com insuficiência cardíaca através do aumento dos níveis de ATP.
Evidências preliminares também indicam que a Ribose pode aliviar a dor e o cansaço em pacientes com fibromialgia e fadiga crônica e no alívio na dor e rigidez muscular além de melhorar a capacidade de superar a fadiga.
Posologia
A quantidade ideal de Ribose a ser ingerida depende da intensidade das atividades realizadas por cada pessoa.
Para manter um nível de energia saudável para o coração e músculos recomenda-se tomar de 2 a 5 gramas (cerca de meia colher de chá de Ribose) diariamente.
Como preventivo de doenças cardiovasculares, para os atletas que querem se recuperar mais rapidamente após exercícios de alta intensidade, e para as pessoas saudáveis desempenhando atividades físicas exaustivas: Tomar de 5 a 7 gramas (cerca de uma colher de sopa de pó de Ribose) por dia.
A Ribose deve ser tomada de manhã e no jantar ou imediatamente antes e após os exercícios se ela for utilizada como coadjuvante destes.
A partir de 10 gramas, o ideal é tomar em três doses diárias.

Restrições
Uso adulto
Interações Medicamentosas
Não foram encontrados relatos de interações de outras substâncias com a D-ribose.
Reações Adversas
Geralmente os efeitos colaterais relacionados ao consumo de D-ribose nas doses indicadas são distúrbios gastrintestinais. O consumo de doses elevadas pode gerar inchaço, diarreia, náuseas e desconforto do abdômen. Os sintomas desaparecem com a interrupção do consumo.
Contraindicação
A suplementação com D-ribose não é indicada para pacientes portadores de diabetes, hiperuricemia (excesso de ácido úrico no sangue).
Tipo de Receita
SD
Sugestão de fórmula manipulada
Potes, sachês, cápsulas

Bibliografia
Observações
Foto de Leticia Saifert Picoli
Leticia Saifert Picoli
CRF: 21337
Farmacêutica, e Mestranda em Ciências Farmacêuticas - CRF/PR: 21337. Atuou como consultora na Manipulaê para monitorar e revisar a criação de conteúdo técnico. Farmacêutica Industrial, especialista em Farmacologia Clínica, MBA em Gestão Estratégia Farmacêutica pela FIA. Atuante nas áreas de Gestão de Produto, Marketing Institucional e Novos Negócios.