O uso das máscaras diminui a chance de contágio pelo Coronavírus?

HOME < ARTIGOS < LER ARTIGOS DETALHES
Foto de O uso das máscaras diminui a chance de contágio pelo Coronavírus?

Assim como lavar as mãos com água e sabão e usar álcool em gel, utilizar máscaras também diminui a chance de contágio pelo novo Coronavírus, segundo o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Neste artigo, baseado em orientações dos principais órgãos de saúde, trouxemos todos os detalhes do uso das máscaras. Quando usar? Que tipo de máscaras usar? Elas evitam o contágio da doença? Confira tudo isso e muito mais. 

Quem deve usar máscaras? 

Primeiramente, é importante ressaltar que caso não haja quantidade suficiente para todo mundo nos mercados, farmácias, entre outros estabelecimentos, elas devem ser reservadas para quem já está doente e para profissionais de saúde. Estes são os dois grupos prioritários. 

Isto porque, a máscara tem muito mais utilidade para evitar que alguém doente, espalhe o Coronavírus, do que evitar que alguém que ainda não foi infectado, pegue a doença. Segundo o Ministério da Saúde: 

  • Quando uma pessoa infectada conversa com outra que ainda não foi infectada e as duas estão sem máscaras, a chance que a pessoa saudável pegue a Covid-19 da pessoa que está doente é muito alta;

  • Quando uma pessoa que ainda não foi infectada, conversa de máscara com uma pessoa infectada sem máscara, a chance de contágio diminui, mas permanece alta;

  • Quando uma pessoa infectada usa máscara durante uma conversa com uma pessoa que ainda não foi infectada, a chance de contágio diminui mais, mas ainda é média.

  • Por fim, se ambas as pessoas, tanto a infectada, quanto a não infectada, conversam utilizando máscaras, é o melhor cenário e as chances de proliferação diminuem bastante e são baixas. Porém, ainda existem chances de contágio. 

Portanto, o cenário ideal é que todos usem máscaras, mas isso não evita totalmente a proliferação da doença, só diminui as chances de contágio. 

Se usar a máscara, precisa seguir as demais recomendações? 

Sim. A máscara só serve para evitar o contágio via gotículas, ou seja, quando duas pessoas estão próximas e as gotículas passam de uma para a outra. 

O recomendado é que as pessoas fiquem o maior tempo possível em casa e só saiam quando for extremamente necessário. Além disso, outros cuidados são essenciais, como: 

  • Ficar em casa, em isolamento domiciliar, e evitar ao máximo sair de casa;

  • Se sair, ao voltar em casa, não toque em nada antes de se higienizar. Tire os sapatos e as roupas e as coloque em uma sacola plástica no cesto de roupas. Deixe seus pertences em uma caixa na entrada. Tome banho e posteriormente limpe seus pertences e as sacolas que trouxe da rua utilizando álcool gel ou água e sabão com pano úmido;

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

  • Não tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal (talheres e roupas, por exemplo);

  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

  • Lavar as mãos por no mínimo 20 segundos com água e sabão, adicionalmente pode usar antisséptico de mãos à base de álcool em seguida;

  • Pessoas infectadas, com sintomas brandos, também não devem ter contato social com outras pessoas, e não devem frequentar locais públicos (necessário ficar em total isolamento domiciliar);

  • Quem realmente tiver que se deslocar em locais com circulação de pessoas, deve garantir distanciamento de pelo menos 2 metros de qualquer pessoa, sem nenhum contato com outras pessoas, e tomar muito cuidado na circulação em mercados de animais e seus produtos.

Passo a passo do Ministério da Saúde: como fazer sua máscara

Caso não consiga encontrar máscaras em mercados e farmácias, é possível fazer em casa. O próprio Ministério da Saúde divulgou um passo a passo de como fazer sua máscara caseira. Confira! 

  • Em primeiro lugar, é preciso dizer que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;

  • A máscara pode ser usada até ficar úmida. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;

  • Mas atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;

  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;

  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;

  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de 30 minutos;

  • Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.

15 milhões de máscaras chegarão ao Brasil 

Nesta quarta-feira (15) aeronaves contratadas pelo governo brasileiro chegaram na China para buscar a primeira remessa de equipamentos de proteção para profissionais de saúde. De acordo com o Ministério da Infraestrutura, cerca de 40 voos serão feitos ao longo das próximas seis a oito semanas, com a finalidade de importar 15 milhões de máscaras e outros diversos materiais. 

Os materiais vindo da China devem chegar ao Brasil até o próximo dia 21, no aeroporto de Guarulhos. De São Paulo, os equipamentos serão distribuídos, por via aérea e terrestre, para todas as regiões do país.  

Quer comprar seu álcool em gel sem sair de casa? Então acesse! https://pharmarocket.com/alcool-gel 

Fontes: Agência Brasil e Ministério da Saúde


Leticia Saifert Picoli
16/04/2020
Foto de Leticia Saifert Picoli
Leticia Saifert Picoli
CRF: 21337
Farmacêutica, e Mestranda em Ciências Farmacêuticas - CRF/PR: 21337. Atuou como consultora na Manipulaê para monitorar e revisar a criação de conteúdo técnico. Farmacêutica Industrial, especialista em Farmacologia Clínica, MBA em Gestão Estratégia Farmacêutica pela FIA. Atuante nas áreas de Gestão de Produto, Marketing Institucional e Novos Negócios.

Outros Artigos

Foto de Suplementos esportivos: quais os melhores, como usar e melhores lojas
Suplementos esportivos: quais os melhores, como usar e melhores lojas

No setor esportivo, os suplementos esportivos são usados para aumentar a força, a resistência e o desempenho nos treinos. ...

Foto de Avigan favipiravir: princípio ativo utilizado no tratamento do Covid-1
Avigan favipiravir: princípio ativo utilizado no tratamento do Covid-1

O Favipiravir é um medicamento antiviral, que foi desenvolvido com atividade contra ...

Foto de Medicamentos para hipertensão: como se cuidar durante o Coronavírus
Medicamentos para hipertensão: como se cuidar durante o Coronavírus

A hipertensão arterial é uma das doenças mais comuns, inclusive, é considerada uma das principais causas de morte no mu...