Para que serve o ácido tricloroacético e dicas preciosas para usá-lo

HOME < ARTIGOS < LER ARTIGOS DETALHES
Foto de Para que serve o ácido tricloroacético e dicas preciosas para usá-lo

Você sabe para que serve o ácido tricloroacético? Este post vai esclarecer as principais aplicações, precauções, efeitos colaterais, como utilizar, quais são as fórmulas manipuladas mais indicadas e ainda oferecer uma cotação gratuita com várias farmácias de manipulação, para você encontrar o melhor preço. Então veja só!

Para que serve o ácido tricloroacético?

O ácido tricloroacético está sendo cada vez mais utilizado em tratamentos estéticos, por fazer parte de diversos procedimentos clínicos. Além disso, o ácido tricloroacético faz parte do tratamento de algumas doenças, por ser um cauterizante. No geral, o ácido tricloroacético é usado para tratamentos de pele. Atualmente, existe uma grande quantidade de aplicação não somente como tratamento, mas também para melhorar a pele, deixando-a mais viçosa.

Por que o ácido tricloroacético melhora a aparência da pele?

Quando as pessoas descobrem para que serve o ácido tricloroacético, geralmente ficam se perguntando o motivo dele melhorar a aparência da pele. Esta melhora acontece porque o ácido tricloroacético faz com que o organismo crie mais colágeno. Isso mesmo, o queridinho colágeno, que todos amam. Esse é um dos motivos deste ácido ser tão utilizado nos peelings.

Principais precauções ao utilizar o ácido tricloroacético 

Assim como todos os princípios ativos e produtos no geral, é necessário ter algumas precauções na utilização. A primeira coisa que deve ser esclarecida, é que este ácido nunca é usado puro. Ele é misturado com outras substâncias.

1) Concilie com o uso do protetor solar

Independente do motivo que incentivou você a utilizar o ácido tricloroacético, use um protetor solar durante toda a fase de tratamento. O protetor solar já é indicado para todos, mesmo sem fazer nenhum tratamento de pele. Mas, para quem usa algum ácido, o protetor é ainda mais indispensável.

2) Hidrate bem a pele

É muito importante que você mantenha a pele bem hidratada durante todo o tratamento. Isso acontece porque a pele pode ficar mais sensível durante este período. Então, não esqueça: utilize cremes hidratantes todos os dias após o tratamento, principalmente na primeira semana. Além de saber para que serve o ácido tricloroacético, é importante saber como proceder durante a utilização. Então, não se esqueça dessas dicas.

3) Higiene da pele

Se você usou o ácido tricloroacético para realizar um peeling, terá que ter alguns cuidados especiais na higiene da pele. A primeira dica é: use somente sabonete glicerinado ou neutro para a higienização. Se você usar outros tipos de sabonetes ou substâncias, pode ter complicações.

Veja também: Baixe grátis o guia dos super nutricosméticos para manter unhas, pele e cabelos sempre lindos!

Existe algum efeito colateral ao usar o ácido tricloroacético? 

Outra pergunta frequente de quem deseja saber para que serve o ácido tricloroacético, é se existe algum efeito colateral. Na utilização desse produto, pode ter algumas inflamações que tendem a sumir depois de um ou dois meses. Alguns pacientes também apresentam necroses ou coagulação proteica. Porém, é importante destacar que: o que aumenta esses efeitos é a concentração. Se o produto tiver muito ácido, a tendência é que essas reações aumentem. Por isso é tão importante consultar um (a) dermatologista. Só este (a) profissional é capaz de analisar a sua pele e indicar a concentração ideal deste ativo. Assim, você consegue aproveitar as vantagens do produto, sem sofrer com os efeitos colaterais indesejados.

Como aplicar o ácido tricloroacético?

A aplicação é tão importante do que entender para que serve o ácido tricloroacético. No caso dos tratamentos de peeling, é necessário que seu (a) dermatologista seja credenciado. Assim, ele (a) irá indicar a aplicação de acordo com sua necessidade. Para descobrir se ele (a) é credenciado (a), faça uma busca no CNPJ da clínica ou pergunte diretamente.

Pomada, cremes ou gel?

As fórmulas manipuladas variam de acordo com o que a médica ou médico receitar. Elas são feitas pelas farmácias de manipulação. Podem ser encontradas em pomadas, cremes e até mesmo alguns tipos de géis. Se você tiver preferência por algum tipo de fórmula, converse com o seu médico (a) e deixe claro sua preferência.

Preço do ácido tricloroacético

O preço médio do ácido tricloroacético pode variar entre R$ 35,00 a R$ 150,00. Tudo depende do tipo de fórmula manipulada que o produto terá, dos outros princípios ativos que vão ser manipulados juntos e da quantidade.  Não é recomendado comprar o mais barato que encontrar. O ideal é contar com uma farmácia de manipulação confiável para desenvolver o produto que seu/sua médico (a) receitou. Assim, você garante um tratamento de qualidade, sem transtornos desnecessários causados por falta de qualidade.

1) Como encontrar o melhor cust0-benefício 

Entre os produtos manipulados de qualidade, você encontra preços variados. O mesmo produto pode custar R$ 50,00 em uma farmácia de manipulação e R$ 150,00 em outra. Encontrar o melhor custo-benefício consiste em encontrar um produto de qualidade, pelo melhor preço. Afinal, economizar com qualidade é tudo de bom, não é mesmo? Para isso, a dica é: pesquise em várias farmácias de manipulação. Quanto mais você pesquisar, maiores são as chances de encontrar o seu ácido tricloroacético perfeito. Mas, como sabemos que você é uma pessoa corrida, com uma rotina agitada e não quer perder tempo ligando em uma por uma de todas as farmácias de manipulação, nós oferecemos uma solução. Clica aqui e faça orçamento com várias farmácias de manipulação de uma só vez! Assim, você recebe por e-mail uma lista com o orçamento de todas elas. Ah, é super rápido, ok? Depois, basta você decidir qual farmácia deseja.

Veja também: fórmulas manipuladas em dermatologia - saiba tudo sobre elas

2) Como saber se a farmácia de manipulação é confiável

Falamos nos tópicos acima que é importante contar com uma farmácia de manipulação confiável. Para descobrir se é, vale a pena avaliar os seguintes pontos:

  • CNPJ: verifique se a farmácia de manipulação conta com um CNPJ registrado na atividade referente.
  • Farmacêutico responsável: a farmácia de manipulação deve contar, obrigatoriamente, com um farmacêutico responsável com um CRF que comprove.
  • Laboratório de manipulação: outra característica de uma farmácia de manipulação confiável CRF é que ela tenha um laboratório de manipulação apto para a realização das atividades. Outra questão importante é que ele conte com princípios ativos dentro do prazo de validade e de acordo com as normas do (Conselho Regional de Farmácia).

Aqui no Manipulaê, todas as farmácias cadastradas contam com um rigoroso critério de seleção e avaliação de quem já comprou por elas. Clique aqui para fazer a sua cotação. Ah, você não paga nada por isso.

 

Gostou deste conteúdo e quer receber os próximos por e-mail? Clique aqui e cadastre-se em nossa lista vip!


Leticia Saifert Picoli
17/07/2018
Foto de Leticia Saifert Picoli
Leticia Saifert Picoli
CRF: 21337
Farmacêutica, e Mestranda em Ciências Farmacêuticas - CRF/PR: 21337. Atuou como consultora na Manipulaê para monitorar e revisar a criação de conteúdo técnico. Farmacêutica Industrial, especialista em Farmacologia Clínica, MBA em Gestão Estratégia Farmacêutica pela FIA. Atuante nas áreas de Gestão de Produto, Marketing Institucional e Novos Negócios.

Outros Artigos

Foto de D-pantenol: 5 benefícios desse ativo para os cabelos
D-pantenol: 5 benefícios desse ativo para os cabelos

O D-pantenol, também conhecido como pró-vitamina b5, é uma vitamina produzida tanto no cabelo, quanto na pele, sendo bastante ...

Foto de Saiba o que é, para que serve quais são os benefícios do DMAE
Saiba o que é, para que serve quais são os benefícios do DMAE

Com o decorrer do tempo, quanto mais velho o organismo fica, mais natural é a sensibilidade dos músculos. Isso consequentemente acaba...

Foto de Sofre com espasmos musculares? Saiba como ciclobenzaprina pode ajudar
Sofre com espasmos musculares? Saiba como ciclobenzaprina pode ajudar

Algo bem comum na rotina de quem pratica exercícios físicos são os chamados espasmos musculares, uma espécie de contra&...